domingo, 20 de maio de 2012

DESPERDÍCIO

Adio a geografia com as pontas dos pés
Um ajeito possível do irremediável
O aperto de saber que é tudo verdade
E ouvir que o que temos para hoje 
É sorrir, meu bem...

Nenhum comentário:

Postar um comentário