terça-feira, 14 de junho de 2011

Meia luz.

Depois de sacos de preguiça, relutância e tantas horas perdidas eu posso dizer: deseja-se uma pausa! Nem da escola nem nada... quer dizer, isso também (e muito). É pausa de outra coisa, toda essa bagunça na cabeça, os momentos vazios e a saudade, a impaciência, frustração. Tudo isso. 
vai ver é a causa das linhas cortadas.. e da imaginação tão pouca.

Obs: pra variar, fim com ponto final, tem sido assim...   

Nenhum comentário:

Postar um comentário