segunda-feira, 13 de junho de 2011

Cinza

Estava aqui pensando em como a gente é chato... chato mesmo.
Além dos paradoxos esquisitos, tem as coisas normais: ódio, inveja, fingimento, individualismo... O homem é chato, é sim. É um bicho muito grande pra não ser...
Por isso que eu me irrito com aqueles sorrisos incansáveis, que só riem para a vida, bobos. Não é tudo cor de rosa, pelo amor de deus.. Pra que perfeição? Ou melhor, pra que tentar aparentar perfeição? Qual o problema de um choro, uma lamúria, um realismo de vez em quando?
Mas ah, essas coisas que me tiram a vergonha de chorar e olhar pro nada e fazer minhas caras... Passei muito tempo fingindo e hoje posso dizer que é um pé no saco. Incompleto o processo, mas... indo.
Apego à verdade, eu sei..

Nenhum comentário:

Postar um comentário